Seguidores

NOTA: OS ARTIGOS AQUI PUBLICADOS SÃO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES, CITADOS NO FINAL DE CADA ARTIGO. NÃO NECESSARIAMENTE ESTA PRODUÇÃO CONCORDA INTEIRAMENTE COM O ENTENDIMENTO TEOLÓGICO DE CADA AUTOR. TODAVIA, OS PUBLICAMOS COMO FONTE DE CONHECIMENTO E COMO FORMA DE CONTRIBUIR PARA O ALARGAMENTO DO ENTENDIMENTO E A POSSIBILIDADE DE CONHECERMOS VÁRIAS FORMAS DE PENSAR. CABE A CADA LEITOR REFLETIR, À LUZ DA BÍBLIA, SE CONCORDA OU NÃO COM OS POSICIONAMENTOS AQUI ADOTADOS.

sábado, 30 de maio de 2015

“Força Policial Maçônica” Bizarra é descoberta em Los Angeles

“Força Policial Maçônica” Bizarra é descoberta em Los Angeles

Afirmando ser descendentes dos Cavaleiros Templários, o Departamento de Polícia Fraternal Maçônico prometeu “proteger os maçons grão-mestres” em 33 estados.
Três residentes da Califórnia foram presos em 30 de abril por suspeita de se passarem por policiais e foram liberados mais tarde naquele dia. Afirmando ser a “força policial mais antiga do mundo”, o Departamento de Polícia Fraternal Maçônico alegou jurisdição em 33 estados (coincidentemente, 33 é o número mais sagrado do simbolismo maçônico).
 A insígnia da polícia é o compasso maçônico, o esquadro, os Pilares gêmeos e o logotipo da Ordem da Estrela do Oriente – um pentagrama invertido. 
A força desonesta foi muito bem suplementada. Policiais encontraram emblemas, armas, uniformes, parafernália de aplicação da lei e até mesmo veículos da polícia depois de pesquisarem dois locais não identificados.
David Henry, Tonette Hayes, e Brandon Kiel.
O Chefe da Polícia maçônica é David Henry – um maçom de alto escalão. De acordo com o site da polícia, Henry é um “Absoluto Supremo Soberano Grão-mestre 32° 33° X°”, o que significa que ele obteve o mais alto grau na escada maçônica. Portanto, apesar da notícia retratar o trio como três lunáticos atuando como policiais, há algum poder real e uma influência por trás da força policial maçônica. 
Brand Kiel (esquerda) e David Henry (segundo da direita) em um evento maçônico. 
Henry (esquerda) na foto ao lado do sargento James Townsend de Los Angeles, pedindo aos moradores da cidade para marcharem em paz por Trayvon Martin. 
Segundo algumas fontes, Henry também é um produtor vencedor do prêmio Emmy. 

“Henry, de 46 anos, supostamente ganhou um Emmy em 2002 por seu trabalho como produtor em uma história da Fox11. Ele também co-produziu um documentário com Hayes vários anos mais tarde sobre um líder de longa data dos direitos civis, o jornal Los Angeles Sentinel relatou em 2007.”
 
David Henry chefiou a força policial com seu enteado Brandon Kiel, que é um “grande sumo sacerdote” maçônico de grau 33. Em um vídeo de 2014, David Henry anunciou em sua loja maçônica que Kiel planejava concorrer ao Senado dos EUA nas eleições de 2016.
Kiel trabalhou para o departamento de Justiça desde 2013, como um assessor do Procurador Geral do Estado, Kamala Harris. Ele foi colocado em licença remunerada desde 30 de abril. 
Procuradora Geral do Estado Kamala Harris.
O site estranho da força policial afirma que Henry supervisiona 33 jurisdições maçônicas, incluindo Fraternidades, irmandades e organizações gregas (sim, existe uma ligação entre Fraternidades e sociedades secretas).
Uma captura de tela do site. 
A Organização Fraternal Maçônica é a organização mais antiga e respeitada no “Mundo.” Os Grão-mestres em torno de vários estados estão enfrentando problemas de segurança graves para as suas jurisdições e seus familiares. O primeiro Departamento de Polícia foi criado pelos “Cavaleiros Templários” em 1100 a.C. 
 
O Departamento de Polícia Fraternal Maçônico é os Cavaleiros Templários!
 
Quando perguntado qual é a diferença entre o Departamento de Polícia de Fraternal Maçônico e outros departamentos de polícia a resposta é simples para nós. Nós estávamos aqui primeiro! Nós nascemos nesta Organização nossas linhagens vão mais fundo do que uma aplicação. Isso é mais do que um emprego é uma obrigação. 
 
O Departamento de Polícia Fraternal Maçônico (MFPD) é uma Jurisdição Soberana Maçônica (Município), localizado dentro da cidade incorporada de Santa Clarita, Califórnia. O Chefe de Polícia é o Honroso Grão-Mestre David Henry 33º, que foi eleito e é governado por um Grande Conselho Supremo, em 33 jurisdições maçônicas. Atualmente, ele supervisiona meio milhão de membros em todo os Estados Unidos. 
 
Não somos “Cidadãos Soberanos” nem nós toleramos a atividade terrorista, cidadãos soberanos ou clandestinos! 
 
O Departamento de Polícia Fraternal Maçônico (MFPD) presta serviços a Maçônicos Soberanos Grão-mestres e suas jurisdições maçônicas, bem como outras Fraternidades, irmandades e organizações gregas. O Departamento de Polícia Fraternal Maçônico estará localizado em 33 outros estados, incluindo a Cidade do México. Apoiamos todas as agências de aplicação da lei. Nossa missão é preservar a integridade, honra e legado de nossos Pais Fundadores, Organizações Maçônicas, todos os Grão-mestres e sua Constituição/Estatuto Social. Vamos defender a nossa obrigação de proteger os Soberanos Grão-mestres e suas jurisdições. 
 
As autoridades começaram a investigar a Polícia Maçônica após Henry ter contactado xerifes em todo o Estado da Califórnia solicitando reuniões, afirmando ser “capaz de adquirir informações que não são acessíveis a entidades não-fraternas”. 
As autoridades dizem que a investigação começou quando cartas foram enviadas a chefes de polícia na Califórnia anunciando a nova liderança no grupo. Kiel foi descrito como “Chief Deputy Director”. 
 
A carta afirma que há 5.686 lojas e que o departamento “será capaz de adquirir informação que não é acessível a entidades não-fraternais.” Ele disse que um dos objetivos do departamento era restaurar a confiança do público.
 
As ligações telefônicas também foram feitas pedindo para marcar reuniões presenciais com a polícia. 
 
Capt. Roosevelt Johnson, que chefia o departamento da estação Santa Clarita Valley, reuniu-se com o grupo e deu o alarme quando eles não poderiam responder perguntas básicas sobre a organização.
 
Os suspeitos foram incapazes de explicar adequadamente o que foi a sua jurisdição ou missão, disse a polícia.
  Daily Mail.
 
Embora passar-se por um agente da polícia é um delito grave, eu não acredito que esse trio Maçônico será punido em toda a extensão da lei. Desde a criação dos Estados Unidos (e em todo o mundo), tem havido uma forte conexão entre a força policial e a Maçonaria. Maçons ativos têm o dever de proteger os seus irmãos não importa a situação. Aqui estão os emblemas usados ​​para identificar policiais e xerifes maçônicos. 
Embora não usados em uniformes de oficiais, membros da polícia, que também são maçons às vezes, usam esses emblemas em roupas civis como forma de reconhecimento.
Em suma, a força policial real é uma força policial maçônica. Assim, não há necessidade de uma Força de Polícia Maçônica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário