Seguidores

NOTA: OS ARTIGOS AQUI PUBLICADOS SÃO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES, CITADOS NO FINAL DE CADA ARTIGO. NÃO NECESSARIAMENTE ESTA PRODUÇÃO CONCORDA INTEIRAMENTE COM O ENTENDIMENTO TEOLÓGICO DE CADA AUTOR. TODAVIA, OS PUBLICAMOS COMO FONTE DE CONHECIMENTO E COMO FORMA DE CONTRIBUIR PARA O ALARGAMENTO DO ENTENDIMENTO E A POSSIBILIDADE DE CONHECERMOS VÁRIAS FORMAS DE PENSAR. CABE A CADA LEITOR REFLETIR, À LUZ DA BÍBLIA, SE CONCORDA OU NÃO COM OS POSICIONAMENTOS AQUI ADOTADOS.

terça-feira, 31 de março de 2015

SALVOS SOMENTE PELA GRAÇA, MEDIANTE A FÉ

EVANGELHO DA CIRCUNCISÃO E O EVANGELHO DA INCIRCUNCISÃO ... SALVOS SÓMENTE PELA GRAÇA, MEDIANTE A FÉ EM CRISTO JESUS


POR ALOÍSIO

O
 que é evangelho da circuncisão?

Antes de responder é necessário dizer que circuncisão é algo totalmente voltado para os judeus. Quando Paulo faz menção do evangelho da circuncisão na carta aos gálatas no (cap 2), estava falando: evangelho aos judeus. Esse evangelho aos judeus foi confiado ao apóstolo Pedro (Gl 2: 7).

Portanto evangelho da circuncisão em Gl 2, quer dizer: EVANGELHO AOS JUDEUS. 

EVANGELHO DA INCIRCUNCISÃO era o evangelho aos gentios, pois todos que não eram circuncidados, obviamente eram incircuncisos. Assim eram chamados os gentios (Ef 2: 11).

Mas tanto para os judeus, como para os gentios, só cabia um evangelho, o evangelho da graça de DEUS, que nos leva a justificação pela fé em CRISTO JESUS. Pedro sabia disso (At 15: 10-11). Por saber e querer agradar homens, foi duramente repreendido por Paulo.
Paulo resiste a Pedro cara a cara

Pedro havia feito uma visita a uma cidade chamada Antioquia. Antioquia era uma cidade gentílica. Pedro estava em comunhão com os gentios, sentava a mesma mesa e comia com eles; mas como alguns da igreja de Jerusalém vieram até Antioquia, se apartou com medo dos judeus convertidos. Foi quando Paulo repreendeu duramente a Pedro na presença de todos, pois não estava se comportando segundo a verdade do evangelho. Paulo disse que sendo ele (Pedro) judeu, obrigava os gentios a viverem como judeus. E como os judeus viviam? Viviam guardando a lei de Moisés. Mas JESUS cumpriu a lei, dando fim a mesma (Rm 10: 4). O que escrevi acima, você pode ler em (Gl 2: 11/15). Mas agora vamos continuar com a aula que Paulo continuou a dar, não só a Pedro, como aos demais que vieram da parte de Tiago. Sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, e, sim, mediante a fé em Cristo Jesus, também nós (JUDEUS) temos crido em Cristo Jesus, para que fôssemos justificados pela fé em Cristo e não por obras da lei, pois por obras da lei, ninguém será justificado (Gl 2:16). Paulo deixa bem claro que por obras da lei ninguém é justificado. Nem Cristo pregou essa lei, ele cumpriu, e matou a lei (destruiu), por isso (Gl 2:18) diz: Porque se torno a edificar aquilo que destruí, a mim mesmo me constituo transgressor. Amados repito: Cristo destruiu a lei, pregar um evangelho legalista era querer edificar o que Cristo destruiu.

IGREJA EM CORÍNTIOS


A igreja de coríntios estava sendo contaminada por pessoas que tinham inveja de Paulo, tais pessoas com certeza eram crentes da circuncisão (judeus). Deus havia demarcado um limite de esfera de ação no que tange a pregar o evangelho, o que fora confiado a Paulo se estendia até a cidade de Corinto, pois Corinto era uma cidade gentílica e Paulo foi constituído por Deus apostolo dos gentios. Ele (Paulo) dizia que não ultrapassava tais limites (ler 2 Co 10: 13, 14). Procurava não ultrapassar que Deus havia demarcado (2 Co 10: 16). Não era o caso de alguns judeus da circuncisão, pois se infiltravam nas igrejas gentílicas, insinuando que o apostolo Paulo era um falso apostolo, Paulo chegou a dizer que também era de cristo (2 Co 10: 7). Esses crentes legalistas aborreciam Paulo sobremaneira. O apóstolo advertiu a igreja dizendo que assim como Eva foi enganada através da astúcia da serpente, coríntios corria o mesmo risco, apartando – se da simplicidade e pureza devidas a Cristo (2 Co 11: 3). Veja esse (Vs) Se na verdade vindo alguém, prega outro Jesus que não temos pregado ou aceitais espírito diferente que não tende recebido ou evangelho diferente que não tendes abraçado, a esse de boa mente tolerais (2 Co 11: 4). Amados, a coisa é tão seria que tinham pessoas pregando outro Jesus. Com certeza esses que pregavam outro Jesus, não eram os judeus que não faziam parte da comunidade “cristã” de Jerusalém, pois tais judeus nem suportavam ouvir falar que Jesus era o Cristo.  Paulo pregava Jesus cristo crucificado e ressuscitado.

Outro agravante era o evangelho diferente que já estava sendo anunciado pelos mesmos que estavam pervertendo o evangelho de Cristo nas igrejas dos gálatas. Veja como Paulo falou aos gálatas: Admira – me que estejais passando tão depressa daquele vos chamou na graça de cristo para outro evangelho (Gl 1: 6).

Paulo chamou os tais que distorciam a verdade do evangelho aos coríntios de: falsos apóstolos obreiros fraudulentas transformando – se em apostolo de Cristo (2 Co 11: 13). Disse mais: que o próprio satanás se transforma em anjos de luz (2 Co 11: 14). Uma forma bem comum que tem encontrado nos últimos tempos e misturando o evangelho da graça de Deus com a lei de Moises, pois a lei de Moises está na bíblia.

Os judeus tradicionais não se envolviam com os gentios, nem podiam sentar a mesa com eles para comer. Para os judeus os gentios eram considerados impuros e até imundos. Não resta dúvida que estavam perturbando as igrejas de coríntios, assim como a dos gálatas eram alguns “crentes” de Jerusalém que não abandonaram os ensinamentos de Moises.

Ensinamento Paulino e ensinamentoTiaguino

Paulo em Jerusalém

Ouvindo – o deram eles gloria a Deus: bem vês, irmão, quantas dezenas de milhares a entre os judeus que creram e todos são zelosos da lei e foram informados a teu respeito que ensinas todos os judeus entre os gentios a apostatarem de Moises, dizendo – lhes que não devem circuncidar os filhos nem andar segundo os costumes da lei (Atos 21:20- 21).

Observe a pregação de Paulo e a preocupação de Tiago líder da igreja mãe, igreja de Jerusalém. Tiago disse que muitos judeus tinham crido, chegou dizer milhares. Só que eram zelosos da lei. A chegada de Paulo, acabaria sendo um “problema” para Tiago, pois o ensinamento de Paulo era para que a lei de Moisés fosse abandonada... E que os judeus e gentios vivessem somente pela fé em Cristo Jesus. Paulo sabia que com a lei de Moisés, sem Cristo e com Cristo sem a lei de Moisés.

Preste atenção, no que disse Tiago, observe o conselho que ele deu ao apóstolo Paulo.

Que se há de fazer, pois? Certamente saberão de tua chegada. Faze, portanto o que te vamos dizer: estão entre nós quatro homens que, voluntariamente, aceitaram voto; toma-os, purifica-te com eles e faze a despesa necessária para que raspem a cabeça; e saberão todos que não é verdade o que se diz a teu respeito; e que, pelo contrário, andas também tu mesmo, guardando a lei (Atos 21: 22 23 e 24).

Bom, vamos dissecar esse acontecimento: Já que a fama de Paulo tinha chegado a Jerusalém, por causa de sua pregação de salvação pela graça e o viver, e ser justificado pela fé, ele (Paulo), foi aconselhado, a fazer um voto de nazireu, e voto de nazireu era um voto legalista, estava incluso nas 613 ordenanças de Moisés, que o próprio apóstolo ensinava que deveria ser deixada para trás, ele foi aconselhado a mentir. Observe: “E saberão todos que não é verdade o que se diz a teu respeito; e que pelo contrário, andas também tu mesmo guardando a lei” (Vs 24). O pior, foi que o apóstolo Paulo aceitou esse conselho errado, obedeceu ao líder da igreja de Jerusalém. Sinceramente, não sei o certo por que, visto que sabia que nada disto mais tinha valor, e não honrava a Deus. Já ouvi alguns pastores dizerem, que foi por submissão. Embora eu não saiba a razão, em minha opinião foi uma fraqueza dele, um erro, pois todo ser humano está sujeito a fraquezas e erros. Além do mais, a bíblia mostra não só as virtudes dos homens de Deus, como também suas fraquezas, seus erros, enfim seus deslizes... O único que esteve vestido de um corpo de carne que não teve um erro sequer chama-se JESUS CRISTO.

O desfecho do episódio citado, você pode ler em (At 21: 27/40).

Todos os apóstolos tiveram sua importância. Mas fica bem claro que Paulo teve uma chamada diferenciada. Por quê? Porque a ele foi revelado o evangelho da graça de DEUS. Ele não se auto –  proclamou apóstolo, foi DEUS quem o escolheu para pregar aos gentios...


Os versículos abaixo, mostram Paulo como Apóstolo dos gentios:


1 – Atos 9: 15
2 – Atos13: 46
3 – Atos 18: 6
4 – Atos 22: 21
5 – Romanos 11: 13
6 – Romanos 15: 16
7 – Gálatas 1: 16
8 – Gálatas 2: 2
9 – Efésios 3: 8
10 – 1 Timóteo 2: 7

O versículo que segue, mostra que ao Apóstolo Paulo, foi confiada a palavra da graça de DEUS:

Porém, em nada considero a vida preciosa para mim mesmo, contando que complete a minha carreira e o ministério que recebi do SENHOR JESUS para testemunhar o EVANGELHO DA GRAÇA DE DEUS (At 20: 24).

Ficam umas perguntas de minha parte: que evangelho você está seguindo?

O evangelho da graça de DEUS, ou o evangelho misturado?
Monte Sinai - a lei de Moisés
Quero lembrar: quem se alimenta desse evangelho misturado sofrerá dano, pois, é IMPOSSÍVEL um evangelho de anátema trazer algum benefício.

Na verdade muitos “sacerdotes” levam o evangelho misturado para o povo por falta de conhecimento. Mas muitos também com o propósito de dominar o rebanho de DEUS. DEUS sabe quem são os TAIS!!

A bíblia fala claramente dos falsos profetas dos últimos tempos. Não tenho nenhuma dúvida de que vivemos os últimos tempos.

Abrace o evangelho da graça de DEUS, não receba o evangelho misturado, e se você está dentro desse evangelho, não perca tempo, saia agora mesmo!




Por esta causa eu, Paulo, o prisioneiro de CRISTO JESUS, por amor de vós, gentios, se é que tendes ouvido a respeito da dispensação da GRAÇA de DEUS confiada para vós outros; pois, segundo uma REVELAÇÃO, me foi dado conhecer O MISTÉRIO conforme escrevi há pouco resumidamente, pelo qual, quando lerdes, podeis compreender o meu discernimento NO MISTÉRIO de CRISTO, o qual em outras gerações não foi dado a conhecer aos filhos dos homens, como agora FOI REVELADO aos seus santos apóstolos e profetas, no ESPÍRITO, a saber, que os gentios são co-herdeiros, membros do mesmo corpo e co-participantes da promessa em CRISTO JESUS por MEIO DO EVANGELHO (da graça), do qual fui constituído ministro conforme o dom da GRAÇA de DEUS, a mim concedida, segundo a força operante do seu poder. Ef 3: 1-2-3-4-5-6-7

Que o DEUS da paz seja com o espírito do abençoado leitor.
Graça e paz!
Pastor Aloísio

JESUS CRISTO ÚNICO FUNDAMENTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário